Lucas Corrêa

Eu sou Blogueiro

Lucas Corrêa

Graduado em Gestão de Recursos Humanos pelo Centro Universitário Uninter. Apaixonado por filmes e séries. Aprecio bons livros. E sou vidrado em Comportamento Humano.

Me

Minhas características

Hipocondríaco 90%
Sentimental 70%
Bipolar 95%
Criativo 60%
0
Textos publicados
0
Horas de Inspiração
0
Visualizações
0
Dias/Oportunidades
  • 2017 foi o ano de autoconhecimento

    Assim findou-se o ano de 2017, um ano bem corrido, me ensinou que tudo que acontece comigo ou venha acontecer é de responsabilidade única minha, que culpar os outros pelos meus próprios erros é tolice. Que a vida não espera pelo meu bom humor para que os melhores momentos aconteçam. Projetos são possíveis sim de serem realizados, mas nem sempre poderei concluir um projeto de vida, seja uma meta estabelecida ou um sonho a se realizar.

    Mesmo que ainda não cheguei onde eu quero, não significa que fracassei ou que não dei certo na vida, aliás quem disse e onde está escrito que tem que ser agora?
    Me ensinou que as melhores coisas da vida são grátis, muitas das quais é impossível o dinheiro comprar. Jamais poderei fazer com que as pessoas se tornem iguais a mim, mesmo que eu não concorde com suas escolhas, não cabe a mim julgar, ou me afastar delas, mas amá-las como são.

    O meu caminho é somente meu, não cabe ao outro decidir por mim, aliás só eu sei o que custou pra me tornar a pessoa que sou hoje. Não existe certo ou errado, se nos faz bem, o que vale é apenas ser feliz, viver o momento e só. Posso sim controlar minhas emoções, não posso deixar ser levado pela ira, pois terei que responder por isso mais tarde. Ganhei e perdi; chorei e sorri; amei e odiei; deixei as coias acontecerem.

    Reconheço que o tempo voa mesmo, isso é impressionante! Talvez se a vida viesse com um manual de instruções, as coisas realmente seriam mais fáceis, mas por algum motivo, seja intervenção divina ou até mesmo o seu próprio ciclo natural, num determinado momento aprendemos.

    Almejo para 2018, um ano de muitas conquistas, que venhamos agregar valor no trabalho, na família e nos relacionamentos. Que não basta apenas sonharmos, sejamos realistas e comprometidos como Autores da nossa própria história. O Poeta Mário Quintana disse: "Não faça de sua vida um rascunho, pois o tempo poderá ser curto demais para passar a limpo."



  • Sexo é bom, mas já ouviu falar em terapia?

    Sexo é uma necessidade fisiológica dos seres humanos, não é à toa que o Psicólogo americano Abrah Maslow, o colocou na base da pirâmide das necessidades humanas. Há quem diga que o melhor da vida a gente faz pelado, sentir prazer é bom e sempre será; melhor que isso é fazer terapia. Afirmo isso como Cliente ou Paciente, como quiserem entender, se "conhecer" é algo fantástico, se aventurar dentro do próprio ser. Procuramos um Terapeuta, não porque somos loucos, como diz o senso comum, mas pra aperfeiçoar o relacionamento com as outras pessoas.

    Ninguém nunca imaginou que melhor do que se despir pra outra pessoa, é despir a alma, buscar o sentido da nossa existência no universo. No consultório nossas emoções entram em xeque, como se tirássemos algo pesado das costas, a sensação é de que estamos leves e encontramos pontes. O Terapeuta não é responsável pela nossa mudança, ele apenas nos apresenta alternativas, cabe a nós escolhermos o caminho à trilhar.

    Uma vez que analisamos a nós mesmos, conseguimos prever as nossas emoções de acordo com cada circunstância e aprendemos a controlá-las. O mais incrível é a sensação pós-terapia, as pessoas perguntam por que estamos rindo, se o (a) Terapeuta é bonito, é um sorriso parecido quando se termina o sexo, algo bem relaxante, pois a nossa mente entrou no "orgasmo". Aconselho às pessoas que tem seus demônios internos a recorrerem à um Profissional da área que tenha registro ativo no Conselho e observe se o Profissional sabe separar à sua vida pessoal dentro do consultório.

    Lembrando que a terapia não nos tornará pessoas mais felizes do mundo, mas resilientes, nem todos os dias vão ser bons, mas em meio as adversidades, ainda continuaremos a suportá-las, porque um dia tudo vai passar...
  • Estou tendo um caso de amor comigo mesmo

    Entre indas e vindas, chegadas e partidas; assim são às pessoas nas nossas vidas. Algumas pra somar outras pra subtrair. O importante é que suportamos quando essas pessoas decidem nos deixar, daí você começa a se valorizar tanto que começa a agradecer pelo que os outros tem a te oferecer, pois até porque ninguém permanece onde não existe reciprocidade. Sempre serei a primeira opção na minha vida, jamais deixarei que alguém roube a minha identidade e tente me manipular, me afasto de mansinho de pessoas calculistas e manipuladoras. Isso não é amor, se chama obsessão.
    Relacionamento é aprender a lidar com as diferenças, um do outro, amar o companheiro (a), mesmo tendo mil defeitos, enviar uma mensagem pelo WhatsApp pra saber se está tudo bem, ciúmes é normal, mas só não pode perder o equilíbrio. Mas chega um dia que deixamos as coisas acontecerem naturalmente, esperamos que a pessoa perfeita chegar, isso não existe é claro, mas começamos a nos amar de uma tal maneira que queremos que o estado civil: solteiro, seja eterno.
    Algumas pessoas podem nos chamar de homens ou mulheres de gelo, mas é a fase do tanto faz, a gente começa a não se entregar tanto, mas sempre retribuindo aos carinhos. Enfim às pessoas são complexas, quem está solteiro quer namorar, quem está namorando, às vezes quer se separar. A insatisfação é do ser humano.
    Hoje deixo as coisas fluírem, sem antecipar os fatos, estou tendo um caso de amor comigo mesmo, tranquilo quanto à isso, não é a mudança do meu estado civil que vai me fazer ser a pessoa mais feliz desse mundo, vida afetiva pra mim é complemento. Enquanto esse alguém não chega na minha vida, me permito viver as aventuras e paixões. Pra mim isso é experiência, que mal tem? Pois quando chegar o momento certo, não me sentirei frustrado por não ter feito o que sempre quis e por ter me entregado aos meus desejos, sigo feliz sempre!


  • Porque a vida é uma arte...

    Quando pensamos em "arte" a imagem que vem na nossa mente é bem complexa, vai do modelo mental de cada um. A arte se encontra nas pinturas, nas novelas e filmes. Bastante abrangente. Vida é algo particular de cada um, porém todos somos suscetíveis as mesmas peças que ela prega.
    Certa vez assistindo um filme de drama, associei a dramaturgia com a vida real. Acreditei um dia que podíamos fazer nossas escolhas, sem ter que passar por alguma barreira, a arte me mostrou que eu estava errado. Simplesmente não sei o que me pode acontecer, até gostaria de saber, mas cabe somente a DEUS!
    E a vida sempre imitando a arte, por que? É preciso ter coragem e muita fé pra passar por tudo e ainda assim ser um coadjuvante, pois de principal na vida, não temos nada. De repente não vi mais as pessoas que amava, elas se foram, deixaram em mim lembranças que não se apagam, assim como a cena de um filme. Não ouço as vozes que me tiravam do sério, por alguns instantes se quer, mas como música consigo recordar.
    Realmente vida você literalmente imita a arte sempre, que os meus caminhos sejam sempre ainda os melhores, que os meus abraços sejam os mais apertados, que os meus beijos sejam os mais intensos e as minhas palavras as mais verdadeiras, pra quando vier o imprevisto eu não te chame de ingrata, mas ainda assim eu seja grato pelas lembranças das pessoas que me deu.


  • Quando tento fugir de mim mesmo

    A fuga parte do princípio de correr do perigo, mas quando isso acontece dentro de nós; qual seria a escapatória? No momento em que estamos enfrentando situações de conflito, a primeira alternativa seria desistir de tudo, se entregar para os problemas. Quantas vezes já tentei fugir de mim mesmo e deixar a vida me levar. O maior erro que que o ser humano pode cometer é não saber aonde se quer chegar! Não adianta parar no caminho, já que não sabe onde quer ir, qualquer coisa serve, a responsabilidade de decidir é nossa.
    É incontrolável aquela vontade de pegar um ônibus ou avião e partir sem deixar o endereço, ainda que na realidade essa vontade não condiz com o mundo físico, na mente vem aquela vontade de abandonar os nossos sonhos, desejos e amores, tudo isso é bem real. Quando se é levado pelos pensamentos negativos, logo em seguida vem a desistência, a tendência é que tudo venha piorar. Uma vez que permitimos, tudo pode acontecer, às vezes é necessário paramos um pouco, andar de vagar para não nos cansarmos, colocar as coisas no lugar é essencial.
    Um dia aceitaremos os fatos. Não quero chorar por aquilo que não deu certo, mas quero me engrandecer pelas minhas escolhas!


  • Tecnologia do Blogger.

    Siga o Blog!

    EMAIL

    lucas.correaps93@hotmail.com

    SNAPCHAT

    kascaiscorrea